Garoto de 12 anos fez uma cadeira de rodas de Lego para cachorro deficiente

Garoto de 12 anos fez uma cadeira de rodas de Lego para cachorro deficiente

Uma cachorrinha chamada Gracie não era apenas um filhote quando foi cruelmente abandonada por seus donos se é assim que podemos chamar. A coitadinha foi encontrada coberta de larvas.

E tinha mais a cachorrinha era deficiente, ela não tinha as patas dianteiras devido a um problema quando nasceu, ninguém sabia exato qual o problema que havia sofrido, mas certamente a vida não foi fácil para essa pequena guerreira.

Garoto de 12 anos fez uma cadeira de rodas de Lego

A cachorrinha conseguiu uma família e foi adotada pela família Turley, que por coincidência tem um abrigo. A família já tinha um cachorro deficiente que é um chihuahua de três pernas.

Mas a família Turley tinham uma preocupação de como a pequena ia se movimentar, porque ela era um pequeno filhote em fase de crescimento e ainda não era elegível para poder andar em uma cadeira de rodas, geralmente as cadeiras são grandes para cães crescidos.

Garoto desenvolve uma cadeira para a cachorrinha deficiente

Com isso um voluntário de apenas 12 anos, teve uma brilhante ideia, um garoto chamado Dylan resolveu construir uma cadeira apropriada para a pequena guerreira, isso com peças de lego.

O legal de tudo é que a cadeira pode ser reajustada de maneira flexível para a cachorrinha, a ideia do garoto deu muito certo e a pequena guerreira foi capaz de dar os seus primeiros passos com a cadeira que o garoto fez.

Quando a pequena cresceu o bastante, ela pode usar a cadeira de rodas apropriada. Atualmente Gracie é uma cachorrinha muito linda e brincalhona, ela corre muito com sua cadeira de rodas, onde corre atrás de seus irmão e pega até bolinha.

A atitude do garoto ajudou no desenvolvimento da Gracie, desde pequeno o garoto já mostra preocupado com os animais, linda atitude do garoto! esperamos ver mais atitudes como essa.

O que você achou da atitude do garoto? Comente abaixo. Compartilhe esse artigo nas redes sociais para que mais pessoas conheçam a atitude desse pequeno garoto.

Créditos : historiascomvalor

Envie seu comentário