Policiais convencem o chefe a adotar um gatinho perdido como animal de estimação

Policiais convencem o chefe a adotar um gatinho perdido como animal de estimação

A pouco tempo no 60º Distrito da NYPD do Brooklyn deram as boas-vindas a um gatinho adorável malhado órfão. O gatinho foi abandonado na delegacia quando tinha apenas 6 meses de idade e instantaneamente roubou o coração dos policiais.

Em pouco tempo o gatinho, conquistou a todos da delegacia. O pequeno pulou no colo de um oficial e imediatamente se aconchegou em seus braços. Os policiais não queriam levá-lo para um abrigo de animais, então eles bolaram um plano diferente.

Eles convenceram o comandante de que gostariam de adotar o gato, e ele seria o colega de trabalho perfeito para a equipe o impulsionador de moral. O chefe concordou com eles, mas sob uma condição os policiais devem certificar-se de limpar tudo que o gatinho faz.

“Eu disse a eles: ‘Eu tenho dois gatos em casa e dois cachorros, e não tenho nenhum problema com isso, mas temos que conseguir uma caixa de areia e você tem que limpar a caixa de areia,” comentou William Taylor ao Brooklyn Paper. “Eu vou até arcar com as despesas, a comida, a água, as guloseimas – mas não vou limpar a caixa de areia. ‘”

Felizmente, todos concordaram com o acordo, e o pequeno gatinha tem um lar! O mais novo gato policial da delegacia se chama Martin em homenagem ao policial Martin D. Costanza, um dos policiais que persistentemente implorou para adota-lo.

Martin agora está vivendo uma vida feliz na delegacia com os policiais, aproveitando tudo o que eles têm na delegacia, incluindo companhia, várias camas, postos de comida e água e brinquedos! A cada dia, Martin faz uma aparição na lista de chamada para “inspecionar todos” e espalhar um pouco de alegria. “Ele me anima. O Martin vem e consegue arrancar uma risada, principalmente aqueles que estão tendo um dia difícil ”, disse Taylor.

“Ele definitivamente elevou o ânimo. Não há uma pessoa aqui, policial ou civil, que não adore este gato ”, disse o inspetor William Taylor ao New York Post. “Ele tem o controle da delegacia. Ele assumiu o controle do lugar imediatamente. ”

Se você ama Martin e os gentis oficiais, por favor, compartilhe esta história com seus amigos e familiares nas redes sociais.

Envie seu comentário