Mulher leva seu cão junto com ela para o trabalho todos os dias para que ele não fique sozinho

Mulher leva seu cão junto com ela para o trabalho todos os dias para que ele não fique sozinho

Se você tem um cachorro com certeza vai concordar que se pudesse ficar com ele o dia inteiro, iria ficar.Recentemente uma postagem foi muito compartilhada no Facebook.

Onde mostra uma mulher que trabalhar como faxineira pública em Bangkok, na Tailândia, levando o seu cachorro no trabalho para que ele não fique sozinho, enquanto ela limpa as ruas o seu cachorro está sendo carregado nas suas costas.

A mulher se chama Thitirat Keowa-ram, é a mãe adotiva do cachorrinho Mazda, um lindo cachorro que é uma mistura de Shih Tzu e Poodle, ele tem apenas 1 anos de idade e suas fotos com a sua dona se espalharam pela internet fazendo muito sucesso.

O cachorrinho pesa cerca de 10 kg, mas a mulher não parece incomodada com isso, ela leva o cachorro numa boa, ela comentou que adora levar o seu cãozinho para o seu trabalho.

Mulher leva seu cachorro para trabalhar todos os dias

O cachorrinho Mazda é visto calmamente pendurada em um colete amarrado nas costas de Thitirat, é uma mochila que o cachorrinho fica bem confortável enquanto sua mãe varre as ruas de Bangkok.

A moça comentou que ganhou o cachorrinho de um amigo há um ano e comentou que o Mazda é um bom menino e que nunca ficou irritado por acompanhar ela no seu trabalho.

Ela comentou que sempre se levanta ás 3 da manhã para se preparar para trabalhar e que leva o seu cãozinho para que ele não fique sozinho em casa.

Quando chove, a Mazda ainda tem sua própria capa de chuva para mantê-lo seco.

Para muitas pessoas pode parecer estranho, mas dá para entender ela, pois ela é muito apegada ao seu cãozinho e não quer deixar ele sozinho em casa.

A tendência de levar seu cão para o trabalho vem ganhando popularidade na Tailândia nos últimos anos, principalmente em empresas com horários de trabalho irregulares que veem a política favorável aos cães como uma maneira de aliviar o estresse dos funcionários.

Créditos : notasdemascotas

Envie seu comentário