Homem mostra coragem e corre para a zona de guerra para salvar gatos desprotegidos

Homem mostra coragem e corre para a zona de guerra para salvar gatos desprotegidos

Existe pessoas que fazem de tudo pelos animais, um grupo de pessoas mostram que o amor pelos animais vai além disso, eles estão arriscando a vida para poder salvar gatinhos mais vulneráveis ​​em uma zona de guerra.

Mohammad Alaa Aljaleel viajou para Kafr Nabl, uma cidade na Síria que é considerada zona de guerra que recentemente sofreu ataques aéreos.

Ele foi com um só objetivo na cidade, que é resgatar os gatos solitários e vulneráveis das ruas.

Homem mostra coragem

A maioria dos gatos foram deixados para trás por suas famílias que conseguiram fugir antes do início do bombardeio.

Uma mulher chamada Alessandra Abidin, comentou que não é fácil levar um animal de estimação quando você precisa sair com todos os seus pertences.

Aljaleel é conhecido por muitos como o “Homem Gato de Aleppo” ele montou uma equipe de resgate e resolveu ir para aquela cidade, para ajudar os gatos.

Gatos que antes pertenciam a uma família estavam vagando pelas ruas criando uma grande colônia

Muitos estavam acostumados com pessoas, com isso se aproximavam facilmente da equipe de resgate que usavam gaiolas com comida dentro para regata-los.

Abidin disse:
« É um trabalho me complicado. Temos que esperar nas proximidades para abrir as portas da gaiola.

Até agora foram resgatados 83 gatos e levados no santuário da Casa dos Gatos Ernesto, onde recebem comida 3 vezes ao dia, água fresca e muito cuidado.

Ainda que a equipe esteja correndo um grande perigo por ser uma zona de guerra, todos os dias a equipe vai a Kafr Nabl para resgatar mais gatos.

Para este homem, a vida dos animais é muito importante e isso não é a primeira vez que ele faz algo arriscado por eles.

Em 2016, Abidin ficou conhecido por ficar em uma zona de guerra síria para alimentar e resgatar gatos abandonados.

Em 2017, ele decidiu criar o santuário House of Cats Ernesto, cujo nome ele estabeleceu em homenagem ao seu gatinho Ernesto.

Homem mostra coragem

No final do mesmo ano, este santuário foi destruído pelo conflito e ele teve que fugir para a Turquia, mas rapidamente voltou à Síria para reabri-lo.

O que você acha da atitude desse homem? Comente abaixo, compartilhe essa corajosa atitude nas redes sociais para que mais pessoas conheçam.

Créditos : notasdemascotas

Envie seu comentário