Cão Que Morava Em Um Depósito De Lixo Pediu Para As Pessoas o Levarem Para Casa

Cão Que Morava Em Um Depósito De Lixo Pediu Para As Pessoas o Levarem Para Casa

Um cachorro muito doce chamado Hércules, morava em um depósito de lixo. Cada vez que alguém passava por lá o cãozinho corria para cumprimentá-los. A sua maneira de cumprimentar parecia que ele estava pedindo para a pessoa levar ele para casa. Mas infelizmente ninguém o levou e ele continuava no lixão.

O cãozinho estava muito sujo, devido onde ele ficava. Tinha pessoas que o conheciam e até levavam comida para ele, o cãozinho ia correndo feliz até os carros e pulava na janela do carro de tanta felicidade.

Uma mulher chamada Amanda Cunefare que é voluntária do Rescuers Without Borders (RWB), uma organização que resgata cães na Turquia.

Mas o que mais surpreendeu foi que o cãozinho não era o único que morava no lixão, tinha mais de 800 cães que estavam morando lá, isso mesmo 800 cachorros. As condições dos cães era de partir o coração. Estava frio e não tinha comida por perto, os cães tinham que se virar do jeito que dava lá.

“Está frio, não há água potável e a comida é escassa”, explicou Cunefare. “Você deve lutar contra 800 cães por recursos e se enterrar em montes de lixo para se manter aquecido. É um lugar horrível para sobreviver ”.

RWB gostaria de resgatar todos os cães, mas eles não têm recursos. Por enquanto, eles estão se concentrando em cachorros e cães idosos que têm mais dificuldade em sobreviver a condições adversas.

O cãozinho que você conheceu o Hércules não se enquadrava nessa categoria, ele não era um filhote, mas também não era um idoso. Ele também era forte e melhor do que a maioria, considerando onde morava. Mas Hércules queria ir embora. Ele queria um lar desesperadamente. Ele correu em direção aos veículos de todos os voluntários e tentou entrar.

“Este cachorro tem muito amor”, disse Cunefare. “Você podia ver nos olhos dele.”

A Amanda nunca tinha ido para um lião, ela mora em Illinois, mas já recebeu um dos cachorros do lixão, chamado Dudas. Uma cadela de 10 anos que mora lá há pelo menos 5 anos.

“Ela já é idosa, a pessoa que a recebeu queria adotar um cãozinho mais velho, porque ela sentia que eles estavam lutando muito para sobreviver”, disse o salvador. Então ela foi embora, mas a tristeza tomou conta dela por não ter o seu melhor amigo por perto.

Acontece que Hércules e Dudas eram, na verdade, melhores amigos do lixão e Duda se tornou uma espécie de mãe substituta de Hércules. Era um lugar difícil, mas Dudas insistiu em procurar Hércules. Depois que ela saiu, Hércules ficou com o coração partido e o novo dono do cachorro insistiu em levar sua amiga para os EUA.

“Meu coração se partiu, isso é horrível. Se eu soubesse disso, vocês dois poderiam ter ido. Só posso imaginar o quão horrível foi para ele vê-la partir. Então eu disse: “Vou encontrar ele e enviar ele também”, disse Amanda.

Hércules foi transportado para os Estados Unidos para viver com dúvidas na propriedade de 2 acres. O encontro de Hércules e Dudas foi pura magia. “Eles se reconheceram imediatamente”, disse Amanda. “Eles correram e brincaram.”

Agora os dois cães têm uma vida nova, eles mudaram e a cada dia mostram uma enorme gratidão à pessoa que os salvou. Ter uma cama quente, comida e muito carinho parece um paraíso para eles. Um final muito feliz.

Envie seu comentário