Cachorro de rua encontra carteira com quase 4 mil reais, e mulher devolve carteira ao dono

Cachorro de rua encontra carteira com quase 4 mil reais, e mulher devolve carteira ao dono

Um cãozinho chamado Marrom encontrou um objeto e “entregou” para uma funcionária de um pet shop. O objeto era uma carteira com quase 4 mil reais, o dono da carteira era um açougueiro de um mercado que o cãozinho costuma ficar.

O caso surpreendente aconteceu na cidade de Londrina no Paraná. O cãozinho estava carregando a carteira na boca enquanto estava na rua, com isso ele acabou encontrando uma mulher que trabalha em um petshop da cidade.

A mulher relatou que agachou para ver o que o cãozinho tinha e ele entregou a carteira na sua mão. A mulher então abriu a carteira e não acreditou no que viu, tinha R$ 3.980 reais. Comentou a Patrícia Soares ao G1.

“É obra de Deus. E o cachorro, não tem nem o que falar dele”, acrescentou.

Cachorro de rua encontra carteira

Parecia que o cachorro sabia para quem estava entregando a carteira, pois a mulher não pensou duas vezes e chegou os documentos para ver quem era o dono para poder devolver a carteira com o dinheiro. Ela conseguiu descobrir que o dono da carteira era um açougueiro do mercado.

O dono da carteira se chama Joaquim Arantes, no qual ele relatou que estava desesperado atrás da carteira, pois nela tinha o dinheiro que ele iria comprar uma moto usada.

“Minha intenção era comprar uma moto. Fui ao banco e peguei o dinheiro”, disse o Joaquim.

Ele ainda comentou que procurou a carteira por todo lugar, mas não estava encontrado ela de jeito nenhum.
“Vim trabalhar desanimado da vida”, comentou Joaquim.

O cachorro Marrom foi o grande herói que ajudou o homem que estava desconsolado.

“Agora tem que cuidar mais dele ainda”, disse o açougueiro. Marrom foi abandonado no bairro há cerca de seis meses e vive nas proximidades do mercado.

O que esperamos agora é que o cachorro Marrom seja adotado por alguém. O mais legal ainda se for pelo açougueiro, esperamos atualizando sobre o caso.

Envie seu comentário