Gatinho mal-humorado de um abrigo se transforma com a ajuda de um cachorro gigante

Gatinho mal-humorado de um abrigo se transforma com a ajuda de um cachorro gigante

“Betty simplesmente rastejou para cima de Truvy, se acomodou e não se mexeu … Foi a coisa mais doce.”
O gatinho não era o mais adotável do abrigo Jelly’s Place em San Pablo que fica na Califórnia. Quando as pessoas chegavam perto dele ele ficava bem agressivo.

O gatinho foi encontrado na rua e não teve muito chance de ganhar um lar e ser adotado. A equipe do abrigo teve que chamar um homem experiente com gatos para poder ver ele.

Foto : KENDAL BENKEN

O homem se chama Kendal Benken ele sabe como acalmar esses gatos não domesticados, ele e sua equipe de cães e gatos de resgate podem fazer até os animais mais angustiados se sentirem parte da família.

Quando ele chegou no abrigo, começou a observar o gatinho. Em poucos minutos eles viu que o gatinho siamês de 5 semanas não era assustador, mas provavelmente estava assustado.

Foto : KENDAL BENKEN

“Ninguém poderia tocá-lo. Ele estava muito zangado ”, disse Kendal. “Ele era um pequeno demônio minúsculo. Foi uma reação de medo. Ele agiu tão agressivamente. Ele era adorável, no entanto. ”

A única maneira de alguém poder carregar o gatinho mal-humorado era colocar delicadamente uma toalha sobre ele e envolvê-lo. Kendal envolveu o gatinho com ternura, colocou ele em uma caixa e a levou para casa.

Foto : KENDAL BENKEN

Na verdade o gatinho era uma gatinha, quando chegou na casa do Kendal , ele deu o nome de Betty para ela. Ela não gostou muito do plano do homem que a levou para sua casa, ela ainda estava mal-humorada.

Mas o Kendal sabia que consegueria conquistar a Betty. “Ela tinha aqueles olhos enormes e lindos olhos azuis.” disse Kendal. A gatinha ganhou um lugar especial na casa do Kendal, ele montou um lar para ela no meio da cozinha.

“Eu a coloquei em uma grande caixa de cachorro com comida, água e uma caixa de areia. Ela não podia correr e se esconder ”, disse Kendal. “Com gatinhos selvagens, a melhor coisa que você pode fazer é forçá-los a sair de sua zona de conforto e colocá-los em uma parte movimentada de sua casa.”

Foto : KENDAL BENKEN

O mais legal foi os cães do Kendal, eles ficaram fascinados com o novo membro da família adotiva. De alguma forma, a atitude de Betty os deixou ainda mais maravilhados com ela.

Eles estavam tentando demostrar para ela, que ela era bem vinda, esperando que um dia Betty fosse sua amiga. E de todos os animais na casa de Kendal, ninguém desejou isso mais do que Truvy, um gigante amarelo Lab mix que adora gatinhos adotivos.

Foto : KENDAL BENKEN

“Truvy tem um dom especial. Acho que ela se imaginou com uma mamãe da gatinha. Truvy ficou muito fascinada por Betty ”, disse Kendal.

A cada dia, Betty se acostumava mais com sua nova mochila. Após cerca de duas semanas, Betty decidiu que a família Benken não era tão ruim. Ela não precisava mais ser enfaixada. Ela gostava de ser abraçada e acariciada. Então veio um momento decisivo – Betty reivindicou Truvy como sua amiga.

Foto : KENDAL BENKEN

“Betty apenas engatinhou para Truvy, se acomodou e não se mexeu. Truvy estava com medo de se mover porque sabia que Betty estava atrás dela. Foi a coisa mais doce ”, disse Kendal. “Truvy ficou feliz por Betty finalmente retribuir seu afeto.”

Envie seu comentário