Conheça um projeto que foi criado Cãodomínios para cachorros de rua e a ideia viralizou na internet

Conheça um projeto que foi criado Cãodomínios para cachorros de rua e a ideia viralizou na internet

Os moradores de Ponta Grossa, no Paraná, desenvolveram uma tipo de “cãodomínios” para os cães de rua. Eles receberam uma casinha coletiva para se proteger do frio, todos nós sabemos que os cachorros de rua sofrem muito quando chega essa época de intenso frio.

O cãodomínio tem janela, telhado e até cobertor para os cachorros, além de uma placa sinalizando que eles são protegidos pela Lei Estadual 17.422/2012 que, no artigo 7º, institui o Cão Comunitário.

“O animal reconhecido como comunitário será recolhido, esterilizado, identificado, registrado e devolvido à comunidade de origem”, diz o texto.

Atualmente, os cães que vivem no Cão comunitário são 4: Sorriso, Branca, Grandão e Preta. Porém, apesar de estarem bem acolhidos, com certeza eles ficariam bem felizes de ter uma família de humanos para chamar de sua.

Projeto faz muito sucesso na internet

Esse projeto está sendo muito compartilhado na internet, isso porque as pessoas se sensibilizaram com os cachorros que ganharam um lar temporário, tudo que nós queremos é que esses cachorros ganhem um lar para a vida toda.

Onde eles vão ter muito carinho e amor, os moradores de Ponta Grossa estão fazendo a sua parte, agora esperamos que mais pessoas façam e assim vamos ter menos cachorro sofrendo nesse mundo.

Existe muito projetos que tem que ser espelho para todos, como o projeto de fazer casinhas de cachorro com caixas de leite e suco que já apresentamos aqui, o projeto da kaune que se chama “Eles merecem Amor”.

O legal que estamos notamos que cada vez mais vem aparecendo pessoas que estão querendo ajudar os animais e isso é muito legal, ficamos felizes que existe mais pessoas como nós que amam os animais.

Você gostou desse projeto ? Então ajude a divulgar , para que mais pessoas conheçam e se inspirem e faça projetos para ajudar esses animais que passam dificuldades na rua.

Envie seu comentário