Cão de abrigo agradecido, não consegue parar de acariciar seu tutor a caminho da sua nova casa

Cão de abrigo agradecido, não consegue parar de acariciar seu tutor a caminho da sua nova casa

Quando você adota um cachorro ou um gato de um abrigo, saiba que você está salvando uma vida. Isso porque muito abrigos sacrificam animais porque estão ficando sem espaço. Essa decisão dolorosa é frequentemente tomada.

Isso acontece bastante fora do Brasil, no EUA isso é praticado. Por isso quando as pessoas adotam esses bichinhos estão salvando a vida dele.

O abrigo do que aconteceu hoje é um desses abrigos que acabam sacrificando os bichinhos se estiverem cheios nos EUA. O abrigo se chama Franklin County Dog Shelter está localizado em Columbus.

Eles resgataram da rua um Beagle de 2 anos, que a equipe acabou colocando o nome nele de Gregory. De começo parecia que não tinha nada de errado do o cãozinho, ele era muito energético. Mas infelizmente mais tarde foi constatado que o cãozinho tinha dirofilariose.

Foto : Schenley Hutson Kirk

A dirofilariose é uma doença mortal comumente encontrada em cães. A causa dessa doença na maioria das vezes são os mosquitos que transmitem. Quando o inseto pica o canino, o verme é transferido para o cão.

Se não for tratado, o verme se alimenta dos órgãos do cachorro. Quanto mais tarde a condição for descoberta, menores serão as chances de sobrevivência. Infelizmente para Gregory, sua condição foi detectada muito tarde.

Foto : Schenley Hutson Kirk

O cãozinho Gregory estava programado para ser sacrificado até que alguém resolveu salvar ele.

O abrigo concluiu que a eutanásia em Gregory era tudo o que podiam fazer como resultado de sua condição. Joe Kirk possui uma organização de resgate de animais, Hound Rescue and Sanctuary, e ouviu sobre a história de Gregory, no entanto. Ele achava que ainda havia uma chance de Gregory sobreviver.

Foto : Schenley Hutson Kirk

Então o homem resolveu dirigir até o abrigo e disse que levaria Gregory para casa e cuidaria dele lá.
O destino reuniu Gregory e Joe Kirk.

Assim que o homem resgatou o Gregory, um vínculo muito forte entre os dois começou. O Joe então buscou o cãozinho e acomodou ele no branco de trás do carro em uma caixa e sempre que o cachorro tinha uma oportunidade, ele oferecia muito afeto ao seu salvador.

Foto : Schenley Hutson Kirk

O Joe deu uma entrevista ao jornal Today e comentou que era como se eles “se conhecessem há anos”. O Joe fez questão de tirar muitas fotos da viagem de volta para casa. O Gregory estava claramente grato por ter sido resgatado.

O cãozinho ainda tem dirofilariose, mas está recebendo o melhor tratamento possível. Mesmo se ele não sobreviver, ele passará seus últimos dias cercado por pessoas gentis e atenciosas.

Cão de abrigo agradecido

Foto : Schenley Hutson Kirk

As fotos que o Joe tirou dele e de Gregory em sua volta do abrigo para casa naquele dia se tornaram virais. Em particular, uma foto de Gregory aninhando o braço de Joe parece mostrar o quão grato ele estava por ter sido resgatado.

Envie seu comentário